summerdiary:

accidentalbear:

(via Levi Jackman Foster Photographed by Mitch Fong)

The Summer Diary Project.  Follow us on Facebook + Twitter @summer_diary

summerdiary:

accidentalbear:

(via Levi Jackman Foster Photographed by Mitch Fong)

The Summer Diary Project.  Follow us on Facebook + Twitter @summer_diary

Hard To Explain completou 4 anos hoje!

Hard To Explain completou 4 anos hoje!


13 COISAS SOBRE 2MIL&13
vi o texto que a letícia novaes escreveu no ornitorrinco e resolvi imitar.

1 – superei uma paixão. quando se tem 20&poucos anos é sempre mais difícil, você é praticamente o único solteiro da turma e, ok. parei.  quer dizer, você pode se envolver com baldes de gentes nas festas. até encontrar outra pessoa que te encontrou também. aí vocês ficam naquela de ver se algo acontece. e aconteceu. aconteceu de ir dormir na casa dele quase toda semana. não foi minha primeira transa, mas foi o primeiro com o qual me senti confortável em algumas coisas. em termos de relacionamento, foi o primeiro casinho mais sério que tive. sério assim, de se permitir envolver e viver a paixão. aconteceu também que  T. tava em outra. aquele papo manjado de o problema não é você, sou eu e essa coisa toda. Que foi o mesmo papo com outros tantos…..depois te vi de longe, e a glória. senti nada, nadinha.
2 – existe força maior que amar e se sentir amado? estou tentando responder essa questão. e outra que vive martelando: então, tiago – prosa ou poesia? deixei o bordado no meio. não voltei. preciso de um bastidor. limites são importantes.
3 – perdi mãe de mamãe. perdi é o que dizem. sinto ela aqui. sinto ela ali. sinto ela às vezes. mas a partida é coisa dura.  me despertei para aquilo que nem sempre se observa. cada pessoa é um universo. isso é uma verdade. a casa fica meio vazia. nunca mais o barulho das máquinas de costura. da tesoura recortando pano sob a mesa. do chinelo que ela andava arrastando pelos cômodos. nunca mais a preocupação com o almoço de domingo. o cuscuz, o pudim. o papagaio continua gritando dona salete toda tarde. ninguém. 
4- comecei a terapia. fui mais fiel na natação. deixei menos tempo para os filmes e seriados. criei mais tempo para o boteco. para os amigos. fortaleci amizades.  a terapia ajudou tanto tudo. resolvi um balde de coisas. no fim, viver o processo é o mais importante. ninguém nunca termina. depois comecei a sonhar com essa mulher negra meio mística tempestade x-man. e a catar pérola nos sonhos. indiana jones procurando ostras. & olha, 2mil&treze foi bem pedreira. turbilhão e eu saí vivo. quer dizer, o ano foi barra pesadíssima. mas mudei o olhar.
5-  beleza vem de dentro, me convenci disso. tudo verdade. mas você não precisa se descuidar do que se vê por fora. é importante também.
6- ninguém é importante se não se importa. não fique parado onde você não puder amar . não se iluda com as suas projeções. o que você diz dos outros fala muito mais sobre você do que sobre o outro, preste atenção nisso. e cresça. maturidade é uma conquista. felicidade um presente. experimente o mundo. qualquer situação é interruptor para acender a luz que você não sabia existir aí dentro. todo mundo tem uma elke maravilha ainda não encontrada. quem pensa demais em ser feliz não consegue. felicidade é distraída mesmo. só acontece quando quer. porque é assim, não existe aquilo chamado felicidade. aquele chamado felicidade. felicidade existe quando acontece. se você ficar colocando inúmeros requisitos para que ela aconteça, você é um chato.
7- trabalho e família. família em frangalhos. vamos superar. trabalho é um narciso em flor, como escreveu aninha. nem tanto, mas coisas boas trouxeram alegria. teve promoções que surpreenderam. aprendi tanto. e continuo aprendendo. não vai ser para sempre, mas foi um bom começo. do outro lado tem o mestrado. não foi tortura, mas tem sido difícil. assim, faltou ter alguém com quem conversar sobre, faltou um entusiasmo e uma vontade, uma atenção maior, faltaram recursos, minha vontade de fazer a coisa acontecer. terminando na medida do possível. não há grandes descobertas, mas os títulos são bons. escrevo o texto como quem relata uma história, a banca não gosta. tudo bem, para mim é melhor que seja isso. depois tem o negócio de ser limítrofe sempre. de se inscrever no meio. ali, na fronteira, na borda, quase um não lugar. e essa é uma experiência boa, me faz pensar, me mobiliza, me faz amadurecer e crescer. mas não é a escolha mais fácil. nem é a escolha com a qual os outros estão acostumados. mas é a minha, e tenho sido feliz nela. enquanto puder estou nessa. de explorar as fronteiras. olhar para os cantos que ninguém dá muita atenção. ver a coisa pequena, o desajeitado.
8- deixei fluir, e menina, ter  vinte&poucos anos é uma delícia. liberdade é maior. os amigos são mais interessantes e a conversa melhora. encantar e encantar-se também é mais fácil, embora acho que isso é mais uma questão de disposição do que.
9- cat power tocou menos esse ano. Mas ainda permanece. Norah, alela, cat, laura, laura, jessie.. e por aí vai. Teve beyoncé. gal arrasou. silva tocou fundo. a banda continua linda. marvin. nina. tammy. miley. alanis.  dido. fiona.  these boots. ainda sou mais o meu guimarães rosa que o seu marcel proust. o meu licor de jabuticaba do que o seu vinho importado. sertão. praia talvez. é preciso mudar e, no entanto, permanecer. foi o que escreveram.  
10 – irmã casou. tudo lindo & coisa e tal. todo mundo chorou, vó não tava lá. a vó que tava, foi uma escrota.  contei mãe pai: sou gay, viadinho, isso mesmo. mãe abraçou, disse pra ser feliz. pai disse nada. irmã, disse que já sabia. um desaforo, todos já sabiam, desde sempre. o que mudou, bem agora eles já podem conviver com a ideia de que terão dois genros. e. casou, foi lindo lindo com direito a foto de seriado, piano de calda e céu aberto. primo casou, terrível terrível. festa uó. noiva brigou com sogra no meio da festa. deu barraco. assisti de camarote. uma delícia. depois rimos. roubamos o bolo. comemos juntos, na mesa da sala. só a família . a máfia, le petit comité. todos casaram. sobrei. mas tenho me achado por aí.  
12- era novembro e conheci H. ele tem me feito bem. ainda não me apaixonei, mas pode ser que aconteça. pode ser que não. right now, i’m a star. i shine and i look the universe like a great thing to discover. H. me encanta com a força e a alegria, a criatividade.  e coisas mais. A gente tá aí, na pista. vendo o que dá.
…. - Esse resfriado um dia sara? Essa ansiedade corroendo o coração por amor, um dia cura?

13- 2mil&14 será divino maravilhoso. tenho dito. tenho acreditado.  coisas importantes precisam ser decididas e é hora de fazer isso. vou ter que arriscar. são 5 as metas. fazer mais amigos. aprender algo novo. viajar. apaixonar-se (embora talvez bater a canela em qualquer canto doa menos). a última eu não sei, ou não quero saber. deixar a vida surpreender. 

13 COISAS SOBRE 2MIL&13

vi o texto que a letícia novaes escreveu no ornitorrinco e resolvi imitar.

1 – superei uma paixão. quando se tem 20&poucos anos é sempre mais difícil, você é praticamente o único solteiro da turma e, ok. parei.  quer dizer, você pode se envolver com baldes de gentes nas festas. até encontrar outra pessoa que te encontrou também. aí vocês ficam naquela de ver se algo acontece. e aconteceu. aconteceu de ir dormir na casa dele quase toda semana. não foi minha primeira transa, mas foi o primeiro com o qual me senti confortável em algumas coisas. em termos de relacionamento, foi o primeiro casinho mais sério que tive. sério assim, de se permitir envolver e viver a paixão. aconteceu também que  T. tava em outra. aquele papo manjado de o problema não é você, sou eu e essa coisa toda. Que foi o mesmo papo com outros tantos…..depois te vi de longe, e a glória. senti nada, nadinha.

2 – existe força maior que amar e se sentir amado? estou tentando responder essa questão. e outra que vive martelando: então, tiago – prosa ou poesia? deixei o bordado no meio. não voltei. preciso de um bastidor. limites são importantes.

3 – perdi mãe de mamãe. perdi é o que dizem. sinto ela aqui. sinto ela ali. sinto ela às vezes. mas a partida é coisa dura.  me despertei para aquilo que nem sempre se observa. cada pessoa é um universo. isso é uma verdade. a casa fica meio vazia. nunca mais o barulho das máquinas de costura. da tesoura recortando pano sob a mesa. do chinelo que ela andava arrastando pelos cômodos. nunca mais a preocupação com o almoço de domingo. o cuscuz, o pudim. o papagaio continua gritando dona salete toda tarde. ninguém. 

4- comecei a terapia. fui mais fiel na natação. deixei menos tempo para os filmes e seriados. criei mais tempo para o boteco. para os amigos. fortaleci amizades.  a terapia ajudou tanto tudo. resolvi um balde de coisas. no fim, viver o processo é o mais importante. ninguém nunca termina. depois comecei a sonhar com essa mulher negra meio mística tempestade x-man. e a catar pérola nos sonhos. indiana jones procurando ostras. & olha, 2mil&treze foi bem pedreira. turbilhão e eu saí vivo. quer dizer, o ano foi barra pesadíssima. mas mudei o olhar.

5-  beleza vem de dentro, me convenci disso. tudo verdade. mas você não precisa se descuidar do que se vê por fora. é importante também.

6- ninguém é importante se não se importa. não fique parado onde você não puder amar . não se iluda com as suas projeções. o que você diz dos outros fala muito mais sobre você do que sobre o outro, preste atenção nisso. e cresça. maturidade é uma conquista. felicidade um presente. experimente o mundo. qualquer situação é interruptor para acender a luz que você não sabia existir aí dentro. todo mundo tem uma elke maravilha ainda não encontrada. quem pensa demais em ser feliz não consegue. felicidade é distraída mesmo. só acontece quando quer. porque é assim, não existe aquilo chamado felicidade. aquele chamado felicidade. felicidade existe quando acontece. se você ficar colocando inúmeros requisitos para que ela aconteça, você é um chato.

7- trabalho e família. família em frangalhos. vamos superar. trabalho é um narciso em flor, como escreveu aninha. nem tanto, mas coisas boas trouxeram alegria. teve promoções que surpreenderam. aprendi tanto. e continuo aprendendo. não vai ser para sempre, mas foi um bom começo. do outro lado tem o mestrado. não foi tortura, mas tem sido difícil. assim, faltou ter alguém com quem conversar sobre, faltou um entusiasmo e uma vontade, uma atenção maior, faltaram recursos, minha vontade de fazer a coisa acontecer. terminando na medida do possível. não há grandes descobertas, mas os títulos são bons. escrevo o texto como quem relata uma história, a banca não gosta. tudo bem, para mim é melhor que seja isso. depois tem o negócio de ser limítrofe sempre. de se inscrever no meio. ali, na fronteira, na borda, quase um não lugar. e essa é uma experiência boa, me faz pensar, me mobiliza, me faz amadurecer e crescer. mas não é a escolha mais fácil. nem é a escolha com a qual os outros estão acostumados. mas é a minha, e tenho sido feliz nela. enquanto puder estou nessa. de explorar as fronteiras. olhar para os cantos que ninguém dá muita atenção. ver a coisa pequena, o desajeitado.

8- deixei fluir, e menina, ter  vinte&poucos anos é uma delícia. liberdade é maior. os amigos são mais interessantes e a conversa melhora. encantar e encantar-se também é mais fácil, embora acho que isso é mais uma questão de disposição do que.

9- cat power tocou menos esse ano. Mas ainda permanece. Norah, alela, cat, laura, laura, jessie.. e por aí vai. Teve beyoncé. gal arrasou. silva tocou fundo. a banda continua linda. marvin. nina. tammy. miley. alanis.  dido. fiona.  these boots. ainda sou mais o meu guimarães rosa que o seu marcel proust. o meu licor de jabuticaba do que o seu vinho importado. sertão. praia talvez. é preciso mudar e, no entanto, permanecer. foi o que escreveram.  

10 – irmã casou. tudo lindo & coisa e tal. todo mundo chorou, vó não tava lá. a vó que tava, foi uma escrota.  contei mãe pai: sou gay, viadinho, isso mesmo. mãe abraçou, disse pra ser feliz. pai disse nada. irmã, disse que já sabia. um desaforo, todos já sabiam, desde sempre. o que mudou, bem agora eles já podem conviver com a ideia de que terão dois genros. e. casou, foi lindo lindo com direito a foto de seriado, piano de calda e céu aberto. primo casou, terrível terrível. festa uó. noiva brigou com sogra no meio da festa. deu barraco. assisti de camarote. uma delícia. depois rimos. roubamos o bolo. comemos juntos, na mesa da sala. só a família . a máfia, le petit comité. todos casaram. sobrei. mas tenho me achado por aí.  

12- era novembro e conheci H. ele tem me feito bem. ainda não me apaixonei, mas pode ser que aconteça. pode ser que não. right now, i’m a star. i shine and i look the universe like a great thing to discover. H. me encanta com a força e a alegria, a criatividade.  e coisas mais. A gente tá aí, na pista. vendo o que dá.

…. - Esse resfriado um dia sara? Essa ansiedade corroendo o coração por amor, um dia cura?

13- 2mil&14 será divino maravilhoso. tenho dito. tenho acreditado.  coisas importantes precisam ser decididas e é hora de fazer isso. vou ter que arriscar. são 5 as metas. fazer mais amigos. aprender algo novo. viajar. apaixonar-se (embora talvez bater a canela em qualquer canto doa menos). a última eu não sei, ou não quero saber. deixar a vida surpreender. 

erotic-co:

Like Erotic-co on facebook: www.facebook.com/EroticCo

erotic-co:

Like Erotic-co on facebook: www.facebook.com/EroticCo

ryanpfluger:

john, 2013

ryanpfluger:

john, 2013

pedrortiz:

Alex
"Entre Nos"
PEDRORTIZ

pedrortiz:

Alex

"Entre Nos"

PEDRORTIZ